sábado, 19 de outubro de 2013

O novo membro da família

Dps de há 3 semanas atrás, a minha Kittinha, a minha yokshire terrier prestes a completar 16 anitos, ter morrido, gritei, esbracejei, jurei a pés juntos não querer mais nenhum cão, não deixar mais nenhum cão cruzar a soleira da porta. è k se custa a kk pessoa perder o seu animal de estimação, para mim é uma perda insuportável k me deixa desolada, confundida, depressiva, da qual nunca me consigo recuperar. Foi assim k a minha Misha, uma Lulu da Pomerânea k me acompanhou durante 15 anos e k ainda me faz chorar cada vez k vejo alguma da msm raça, foi assim com a minha Becky k inesperadamente morreu há cerca de 2 anos com um ataque cardíaco, foi assim k a minha Kitty k tem feito com k eu não consiga vir para o computador, tão habituada k estava à bichinha nos meus pés... Já a seguir à morte da Becky, a outra Yorky tinha jurado não querer mais cães... Passsadas 3 semanas entra-me porta dentro uma cachorrita meio caniche meio fox terrier, a última da ninhada empadeirada para o vet a levar para o canil... o destino dela, caso ninguém a resgatasse seria a morte.... resgatei-a e hoje lá continua ela louca, transtornada, ainda não entendi se lhe deram algo para cheira kd nasceu, se é gratidão etena por lhe termos salvado do triste destino k a esperava.... e agora, mais uma vez, dou o dito por não dito e de novo me entra porta dentro o vet com a Bia.
A Bia é uma Buldogue francesa, um doce de menina, k com 2 anos nos adoptou de imediato. Por incrível k mais pareça esta é a 3ª casa dala. A 1ª, os donos foram não sei para onde e deram-na a um casal k agora se está a separar, a mulher nunca a quis, o marido vai não sei para onde. E dado o estado das orelhas e dos olhinhos, não deve ter sido alvo de grandes atenções da parte deles. Como alguém é capaz de se desfazer, de abandonar um animal, kk um k seja, kt mais esta doçura melosa de canídeo. Não é mais um caso de rei morto, rei posto, até pk nenhum animal substitui outro. Mas cá vamos nós outra vez. E já pertence à família. Bia, o novo membro da família.

2 comentários:

  1. Tenho certeza que em seu lar ela ficará... adoro cães, são tão adoráveis! Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos um ditado cá em casa : Cão k passa a porta de entrada já não torna a sair ! Já é da família. Bjssss

      Eliminar