segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

O Inverno


Sou o Inverno deixem-me passar
Sei que sou frio mas não faço por mal
À lareira te aqueces com a lenha a estalar
E só no meu tempo é que há o Natal

Encho as barragens com a chuva a cair
Nas poças de água é tão bom chapinhar
Trago-te neve onde podes brincar
Nos trenós deslizar e bonecos esculpir

É por pouco tempo que me tens que aturar
Vais aproveitar e casacos bonitos vestir
A Primavera não tarda vai acordar
O sol brilhará e calor vais sentir

Sem comentários:

Enviar um comentário